Encomendas e orçamentos geaninecaldeira@yahoo.com.br.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Vai Casar???? Então borde!!!!







                "O amor,é fogo que arde e não se vê..
             É ferida que dói e não se sente
             É um contentamento descontente
            É dor que desatina sem doer....."
                              






















  



Que pode uma criatura senão,


entre criaturas, amar?


amar e esquecer,


amar e malamar,


amar, desamar, amar?


sempre, e até de olhos vidrados amar?

Que pode, pergunto, o ser amoroso,


sozinho, em rotação universal, senão


rodar também, e amar?


amar o que o mar traz à praia,


o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,


é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

Amar solenemente as palmas do deserto,


o que é entrega ou adoração expectante,


e amar o inóspito, o cru,


um vaso sem flor, um chão de ferro,


e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave


de rapina.Este o nosso destino: amor sem conta,


distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,


doação ilimitada a uma completa ingratidão,


e na concha vazia do amor a procura medrosa,


paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa


amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.


                       (Carlos Drummond de Andrade )

3 comentários:

Grazi disse...

Olá!!!
Tudo bem??

Que postagem romântica essa ... linda d+++ ... ótima para iniciar a semana!!!

Abraços ...

Sissamar disse...

"...é um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder..."

Lindo!!! E os gráficos, que lindos que são! Tudo muito adequado!
Beijinhos
Silvia

Rô Freire disse...

Lindos os poemas e seus gráficos também.


Tem selinho pra vc no meu blog de selinhos.

bjs